Início » O que é auditoria contábil?

O que é auditoria contábil?

A Auditoria Contábil é o processo de análise da situação financeira de uma empresa, onde os registros são avaliados, apresentando a realidade da corporação, ou seja, tem como objetivo a verificação de cálculos feitos pela contabilidade, identificando se há falhas, fraudes ou irregularidades na gestão.

Esta análise é realizada a partir de um estudo de documentos contábeis, com inspeções internas e externas. Podem ser auditados o fluxo de caixa, o balanço patrimonial e a Demonstração de Resultado de Exercício (DRE). Desta forma, é possível verificar com transparência e detalhes, a realidade financeira da corporação, tendo conhecimento dos problemas e suas possíveis causas.

Por suas características, a auditoria é capaz de apresentar ao empreendedor uma opinião embasada sobre a realidade financeira do negócio, com segurança e transparência, permitindo a ele conhecer os problemas, suas causas e consequências, além de receber orientações sobre possíveis correções a implantar.

Ela pode ainda ocorrer em qualquer empresa, inclusive naquelas de pequeno porte. Sua realização compete a um auditor com formação em Ciências Contábeis e registro no Conselho Regional de Contabilidade (CRC).

Ao empreendedor, cabe acompanhar de perto esse trabalho, disponibilizando todos os dados solicitados. Caso a empresa tenha um contador, ele pode auxiliar nessa etapa, mas a análise das informações é restrita ao auditor, que deve agir com total independência e imparcialidade, clareza e objetividade, seguindo como base as normas nacionais e internacionais de contabilidade.

O que é analisado em uma Auditoria Contábil?

A análise principal de uma Auditoria Contábil é sobre a situação patrimonial e financeira da empresa, como dos processos de compra e venda de itens.

Segundo o Conselho Regional de Contabilidade (CRC) do Ceará lista oito áreas que se beneficiam da auditoria:

Administrativa;

Patrimonial;

Fiscal;

Técnica;

Financeira;

Econômica;

Ética;

Social.

Estas áreas são abordadas em uma auditoria caso haja alguma falha nos resultados, e se nenhuma falha for apontada, o documento irá atestar que a empresa cumpre com todas as regras.

Quando realizar uma auditoria?

A decisão para realizar uma Auditoria Contábil depende de vários fatores, ou seja, é algo bem particular. O processo é vantajoso, pois dá ao gestor a certeza de que os controles internos estão sendo realizados de maneira eficiente ou, por outro lado, indica a ele caminhos para a correção dos registros contábeis, quando isso for necessário.

Um empreendedor pode optar pela auditoria quando julgar que existe alguma falha ou irregularidade nos processos contábeis da empresa, como por exemplo, quando há suspeita de desvio de verbas.

Assim, a empresa conhece sua real situação financeira e tem a segurança de que todos os processos contábeis executados estão corretos.

Portanto, mesmo que o custo de uma auditoria seja alto, vale a pena investir na técnica e assim ter resultados precisos de toda a economia da corporação.

Como a auditoria é realizada?

Na primeira etapa, é feito o reconhecimento de área onde é preciso entender o ambiente e as operações da empresa. Em seguida, é feito o planejamento e a escolha de estratégias e testes que serão aplicados na auditoria, sendo verificado também o controle interno e seus testes.

Estes testes aplicados são: o de controle e substantivo, enquanto: controle verifica o cumprimento de normas, e o substantivo busca assegurar a exatidão dos valores nas demonstrações contábeis.

A última etapa, os resultados dos testes são avaliados pelo auditor e as demonstrações são revisadas, verificando se todas as exigências são atendidas.O relatório com todos os resultados é redigido pelo auditor de acordo com as normas brasileiras de contabilidade.

Portanto, a Auditoria Contábil pode concluir que os processos estão sendo executados de forma correta ou pode identificar erros e fraudes. E quando identificados erros e fraudes, o auditor deve informar ao gestor e sugerir medidas de correção.